Quem é Lívio Giosa ?
Açoes Profissionais Especificas
Entidades
Artigos
Livros
   
Artigos
COMPETÊNCIAS: POR QUE TÊ-LAS?


COMPETÊNCIAS: POR QUE TÊ-LAS?

*Lívio Giosa

Você acha que está tendo um bom desempenho na empresa que trabalha?
Você conhece a opinião do seu superior hierárquico sobre suas atividades?
Parece que hoje, vivemos tempos de turbulência plena.
Quem está desempregado não vê a hora de encontrar uma vaga e iniciar seu trabalho e agarrá-lo com todo o entusiasmo.
E, por outro lado, quem está empregado, vive em constante pressão da empresa e da chefia para superar resultados.
Como conviver, portanto, com estas situações de conflitos?
Para os profissionais, o importante, em ambos os momentos apresentados, é conhecer, claramente, as suas competências. Assim, você estará muito mais equilibrado e preparado para enfrentar quaisquer obstáculos que virão no dia-a-dia da sua vida profissional.
Como, então, reconhecer as nossas competências?
Primeiro, examine e reflita sobre seus conhecimentos. Nível e grau de instrução, cursos realizados, idiomas que domina, seminários, congressos, eventos que participou, tudo que possibilite seu desenvolvimento e melhor capacitação deve ser avaliado em relação ao que o mercado exige para o cargo e área que você está perseguindo ou já tenha assumido.
Tente construir uma tabela de pesos e pontuação para cada um destes itens.
Agora, pense na empresa e tudo que ela requer para garantir suas competências profissionais:
ü bom conhecimento e prática da função;
ü experiência que pode fazer a diferença;
ü habilidade em lidar com conflitos.
Some os pontos novamente.
Acontece que só isto não basta. A expectativa das empresas é de encontrar profissionais diferenciados, com 360º de percepção, ousados e preparados para enfrentar os mais variados desafios.
Confira, então, a lista complementar de competências requeridas e percebidas pelas companhias:
ü iniciativa nas ações;
ü criatividade;
ü atitude solidária;
ü motivação pessoal;
ü multi-habilitação;
ü investimento em auto-conhecimento;
ü interesse em entender as pessoas;
ü liderança;
ü espírito de equipe;
ü ética nos relacionamentos;
ü adaptação à tecnologia.
Acrescente-se a isto, outras competências externas à empresa, tais como: participação em ONG’s, espírito voluntário, participação em entidades associativas, hábitos culturais.
E, então, quantos pontos você conseguiu?
Lembre-se que estamos diante de um mercado super competitivo.
E, num regime de competitividade, serão vencedores aqueles que tiverem cada vez mais competência.
Portanto, dê um passo à frente e alcance-a. Você pode!

*Lívio Giosa – Consultor de empresas, Profº e Coordenador de Cursos de Pós-Graduação e MBA (USP, FAAP e UNISA), Presidente do CENAM – Centro Nacional de Modernização e Vice Presidente da ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil.


glm@liviogiosa.com.br - Rua Groenlândia , 78 - Jardins - São Paulo - SP - CEP : 01434-000 - tel/fax : 11 3887-8485